Desde a década de 1920, quando foi criada na Alemanha, a prática do pilates vem ganhando cada vez mais adeptos em todo o mundo, e no Brasil não seria diferente, o país possui hoje mais de 35 mil estúdios credenciados. O motivo de tanto sucesso é a facilidade que a técnica tem de se adaptar aos mais diversos públicos, garantido qualidade de vida às pessoas de todas as idades e independente de limitações físicas, com mais de 1.000 exercícios que vão do básico ao avançado.

Nada encontrado

Nenhum resultado encontrado. Talvez fazer uma pesquisa ajudará a encontrar um post relacionado.

Com benefícios comprovados cientificamente que melhoram não apenas a parte estética, mas fisiológica dos pacientes, a busca pelo domínio da técnica de pilates tem atraído cada vez mais interesse de profissionais da educação e da fisioterapia que veem na atividade uma importante aliada na busca por resultados que elevam a saúde do corpo e da mente.

Quem pode ser professor de pilates?

No Brasil, de acordo com as entidades de classes os dois profissionais habilitados para promover aulas de pilates são os educadores e os fisioterapeutas, pois ambas profissões atuam na promoção da saúde, do condicionamento físico e melhor desempenho do corpo.

Porém, até mesmo nas duas profissões há ressalvas quanto as técnicas trabalhadas em casa área, pois as atribuições de reabilitação são capacidades especificas do fisioterapeuta, já a parte voltada para o condicionamento físico é de responsabilidade do educador físico.

As duas profissões são credenciadas por lei: o profissional de educação física pela Resolução nº 201/2010 do Conselho Federal de Educação Física (Confef) e os fisioterapeutas, pela Resolução nº 386/2011 do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional ( Coffito).

Cursos de formação em Pilates

Mesmo os profissionais de educação física e de fisioterapia precisam passar por um curso especifico para serem considerados instrutores de pilates, que dura em média 12 meses (700 h). Esse curso pode ser feito quando estes profissionais ainda estão na faculdade, o que os habilita a dar aulas, desde que sejam acompanhados por um supervisor técnico.

Curso de formação completa em pilates (solo e equipamentos) é o ponta pé para que o profissional possa dar aulas, por ser um curso de generalidades com conteúdos voltados mais para as patologias musculo esqueléticas, para que um profissional atue de forma específica é necessário fazer curso mais minuciosos , como Pilates para Gestantes ou Pilates avançado, por exemplo.

Como escolher o melhor curso para formação em pilates?

Estima-se que no Brasil, exista hoje mais de 100 Escolas de Formação em Pilates, o que requer do profissional bastante atenção na hora de escolher que curso fazer e acima de tudo, estar atento se aquele instituto apresenta a certificação necessária para garantir a sua qualificação profissional.

Além da certificação, é importante estar atento se o conteúdo programático e material didático que vão ser oferecidos estão atualizados e se atende as suas expectativas, pois antes de ser uma formação profissional é importante que o curso lhe garanta satisfação pessoal.

O que é uma certificação em pilates?

Como forma de dar mais credibilidade à profissão foi criada a certificação PMA ( Pilates Method Alliance). Para conseguir essa certificação, os instrutores devem conquistas pré-requisitos mínimos e serem aprovados em um exame com 150 questões de múltipla escolha.

Esta prova para que o professor consiga o certificado em Pilates (CPT) foi criada para controlar o nível de habilidade e conhecimentos adquiridos nas 450 horas mínimas que são exigidas no curso de formação.

Vantagens de ser um instrutor de pilates

O curso de formação em pilates custa me média R$ 2.000, um investimento que possui retorno financeiro rápido, pois as aulas geralmente acontecem com turmas de 2 a 4 alunos com 1 horas de duração. E o valor pago mensalmente por cada aluno para praticar pilates 2 vezes na semana varia de 200 a 600 reais. Ou seja, na pior das hipóteses com 10 alunos por mês, o investimento já trará lucros.

Mercado de Trabalho em Pilates

O Mercado de saúde e beleza como um todo sempre está em alta. E quando o assunto é pilates, a garantia de demanda é certa, umas vez que a atividade já se configura como uma das preferidas entre os brasileiros de todas as classes sociais.

Além disso, como cerca de 30 mil estúdios de pilates no país, a oferta de vagas para atuar nesses lugares é muito grande. Isso sem falar na possibilidade do instrutor em também ser um empreendedor e abrir o seu próprio espaço, como muitos profissionais têm feito ao conquistarem um número significativo de alunos.

Certamente isso também lhe interessará:

 

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!
Se você gostou, não esqueça de curtir e compartilhar

Participa, deixe seu comentário